segunda-feira, setembro 11, 2006

9/11





Estava a trabalhar no computador e de costas para a televisão, quando ouvi o Paulo Camacho...


Já sei que a maioria dos posts vão ser a dizer que foi bem feita, que os Americanos mereceram, que são hipócritas e tal, mas mesmo assim quero saber onde andavam e o que acham de tudo isto.

Eu sou sempre criticada quando digo que adoro a cultura americana...Será que é tão dificil entender que gostar da cultura de um povo e dos seus hábitos, não quer dizer que seja a favor das suas políticas?

40 comentários:

  1. Eu estava a trabalhar, e quando abri a página do aeiou, pensei que era mais uma brincadeira, pensei mesmo que fosse um ensaio para mais um filme. Só mesmo quando uma amiga me ligou e me contou eu olhei de novo, percorri a net, e constatei que era mesmo verdade. E na minha opinião sinceramente não concordo com ataques terroristas, sou contra, sejam eles contra que povo sejam. Em relação aos americanos nada tenho contra eles, povo, politicamente (isso daria panos para mangas e vestidos) não concordo com muitas das posições tomadas, mas tb em Portugal eu não gosto de algumas posições políticas e n é por isso que gostaria que aki neste bocadinho de terra houvesse um ataque terrorista.

    ResponderEliminar
  2. Concordo plenamente contigo Dora. Os EUA têm uma Cultura vibrante em todas as áreas, do Cinema à Música e à Filosofia. Eu em nada me revejo na visão simplista de que os americanos "são gordos e estúpidos" embora tb haja americanos que o são... No fundo penso que existe uma clivagem enorme entre a América da East e West Cost e a América que fica no meio.

    Estava numa cama de hospital a recuperar de uma operação. Tinha a tv ligada e quando se dá o primeiro embate assumi, como todos, que seria um acidente; quando o segundo avião embateu fiquei absolutamente perplexo.

    Bom dia.

    ResponderEliminar
  3. eu estava em casa, tinha recebido a visita de uma amiga minha. a mãe dela telefona-lhe e diz para ligar a tv. então liguei e...ficámos de boca aberta. lembro-me que nesse dia não arredei pé da tv, tinha 15 anos na altura e lembro-me de ficar aterrorizada com as palavras dos jornalistas que repetiam sem cessar :«o mundo nunca mais será o mesmo depois disto».
    estava longe de imaginar até que ponto eles tinham razão...

    ResponderEliminar
  4. Só soube na hora do almoço, quando comecei a ver as noticias.

    Eu não acho piada nenhuma aos americanos, nem á sua cultura.
    Uma vez, um discutiu comigo, que o vinil tinha sido inventado por eles ! (só um ex. da arrogância americana)

    bjs ** :)

    ResponderEliminar
  5. A cultura americana tem os seus encantos, mas também tem os seus defeitos...como tudo! Eu já gostei muito deles, mas confesso que cada vez mais desgosto de tudo o que venha da américa, por eles se acharem os donos do mundo, mas claro, o pobão normalmente não alinha nos devaneios do Bush...contudo, ele é o presidente de todos os americanos...o presidente terrorista que até para ganhar as eleições teve de recorrer a métodos menos próprios! Enfim...pode ser que desta os burros dos americanos lhe dêm um cartão vermelho e definitivo...

    Sim, eu lembro-me bem do Paulo Camacho...também eu estava de costas para a tv, a fazer a minha cama, quando ele estava em pleno alvoroço...foi então que me voltei e vi a torre a arder...e segundos depois o outro avião a chocar com a torre sul...horroroso! Foi a coisa mais terrivel que vi em directo na televisão...o resto que se seguiu foi demasiado horrivel para falar aqui

    ResponderEliminar
  6. Foi bem feito?
    Duvido que alguém consiga dizer isso.
    Não concordo nada. Acho que ninguém ficou indiferente a este "acontecimento".
    Os meios não justificam os fins.
    No entanto, se me falares dos americanos, aí temos pano para mangas.
    Um dia destes coloco no meu blog uma curiosidade sob o Bin.
    Aí até te passas.

    ResponderEliminar
  7. Sininho: Concordo contigo.

    Robino: É isso mesmo mas acredita que já tive discussões com pessoas que odeiam os americanos e não sabem separar a sua cultura do resto...

    Amazing: Eu já ouvi dizer "bem feito" e mais do que uma vez.

    ResponderEliminar
  8. Eu cá concordo contigo, aliás ainda hoje coloquei um post no meu blog que diz mesmo isso...

    ResponderEliminar
  9. Dora, não te deves preocupar com o que os outros pensam! Tu és uma mulher inteligente, tens as tuas ideias, logo deves segui-las sempre! Esta data marca-me todos os anos, fico muito triste com qualquer acontecimento deste género!

    ResponderEliminar
  10. Fui plagiado ...BBBUAAAAAA , onde estão os meus direitos de autor.. Já estou a sentir na pele o que sentem os nossos musicos quando sabem que as suas musicas estao de borla na net.

    ResponderEliminar
  11. Alentejano: não te plagiei...se reparares, muita gente hoje fala no mesmo.
    Se quisesse copiar alguma coisa tua, pedia autorização, acredita.
    Não chateia comigo tá?

    ResponderEliminar
  12. Podes voltar..tás perdoada.... Lol

    ResponderEliminar
  13. Lei: Tão curidoooooo!! Muito obrigado!
    Eu quando for ver o Flight 93 e o World Trade Center vou ficar transtornada :(

    ResponderEliminar
  14. Não tenho nada contra os EUA...

    Tenho alguma aversão a qualquer ser humano que se considere superior ao seu semelhante.

    É um dia a recordar com tristeza... Um dia em que houve algum que matou em nome de um DEUS...

    A morte gratuita é sempre algo a lamentar...

    ResponderEliminar
  15. Estava no Colombo e vi um grande aglomerado junto a uma loja de televisões. Fiquei na altura meio à nora e só quando cheguei a casa percebi o impacto do que havia acontecido.

    O grande problema é sabermos que um dia haverá maior tragédia que a do 11 de Setembro. Pode ser amanha ou daqui a 10 anos mas é inevitável.

    Cumprimentos.

    ResponderEliminar
  16. Knoxville: "O grande problema é sabermos que um dia haverá maior tragédia que a do 11 de Setembro. " ... quando se deram os atentados em Espanha e em Inglaterra, eu pensei :"É agora!"

    ResponderEliminar
  17. Eu soube assim que aconteceu (ou quase), estava a chegar ao trabalho e até à hora de almoço pensei: "Isto é uma brincadeira de mau gosto! Estão a gravar algum filme?" Infelizmente, aconteceu e vai acontecer mais vezes. Quanto ao "bem feito" não foi, não é e nunca será, mas por outro lado mostrou à América que eles não são imunes nem todo-poderosos como pensam... Não concordo, nem imagino a dor das familias e afins dos que lá ficaram. Nem quero pensar em semelhante coisa no nosso país à beira-mar plantado! Quanto ao teu gosto pela cultura americana, não tem nada que ver e quem não entende é porque não merece sequer comentários. Beijocas

    ResponderEliminar
  18. E quanto á teoria de que foi o próprio governo americano o autor de tudo isto?tudo em prol do dinheiro e do poder...Custa a creditar, mas depois de ver ontem um documentário que demonstrava várias provas do que poderá ser uma conspiração monstruosa, pensei duas vezes.Para quem não viu,mais informações em http://www.loosechange911.com/
    Beijinhos e parabéns pelo blog, Dora.
    Ana

    ResponderEliminar
  19. Ainda vamos as 2 a N.Y!lol
    Quanto a isso já sabes a minha opinião.
    Ora, nesse dia, estava de cama, com uma dor de dentes daquelas com abcesso e tal.
    Estava a falar o telefone com o meu pai e a tv estava ligada. Comentávamos o facto de um avião ter chocado com uma das torres, longe de sabermos o desfecho.
    Quando em directo, deu o embate do 2º avião, eu disse incrédula ao meu pai:
    "- Ahhhh, ó pai, mas bateu agora outro avião na torre!
    - Pois bateu...xiiii...
    - Que cena marada! Depois a gente fala melhor!"
    Gostaria de ter assistido in loco ao 25 de Abril. Juro!

    ResponderEliminar
  20. tinha ido a casa almoçar ... estava a ouvir as notícias no canal 1 ... e fiquei atónito com o que vi em directo ... tal como agora fico incrédulo com o que se passa no Afeganistão, no Iraque ou no Líbano ... nada justifica o ataque a populações civis ... Nada!

    ResponderEliminar
  21. Ana: qual dos documentários? Ontem vi algumas coisas também.

    ResponderEliminar
  22. Foi na RTP1, ontem repetiram uma série de documentários que, ao longo da semana foram transmitidos na 2.Penso que terá sido o penúltimo, foi exibido por volta da meia-noite, se n estou em erro. O último foi O Homem em Queda.De qq forma, penso que é uma perspectiva interessante.Hj encontrei o site http://www.loosechange911.com/
    Beijinhos e fiquem bem!

    ResponderEliminar
  23. Estás desculpada, Dora!

    Só os EUA é que têem a culpa de terem escolhido o Sr. Bush para Presidente!

    Boa Semana!
    Bjks da Matilde

    ResponderEliminar
  24. Estava justamente com o pessoal do Carapaus com Chantilly a comer gelados na baixa de Faro...
    ...depois continuamos a comer gelados na baixa de Faro.

    Num tom mais pessoal: Não sou daqueles que achou bem, mas tenho pena que nem estes acontecimentos tenham aberto os olhos dos governantes assim como de um povo que se julga (pelo menos assim nos dizem diversas sondagens) intocáveis.
    Choram-se pelos que perderam a vida no dia 11 de Setembro mas mortes sem qualquer sentido como essas foram acontecem todos os dias em algum ponto do mundo. E por essas vidas quem chora? Quem dá a cobertura mediática? Onde estão os memoriais e os concertos de solidariedade?
    Até na dor se revelou um egoísmo e uma ignorância profundos do que acontece no mundo...isso sim é muito triste.

    ResponderEliminar
  25. Eu estava a trabalhar, quando o meu patrão nos chamou para ver-mos o que estava a acontecer...julgo que é impossivel alguém ter ficado indiferente ao que aconteceu, e goste ou não dos americanos, jamais diria que foi bem feito, milhares de vidas inocentes se perderam naquele dia, e, o povo, embora tenha colocado lá o Sr.Bush, não tem culpa da politica terrorista que ele pratica...
    (já voltei) :-)
    Beijoca

    ResponderEliminar
  26. Eu estava grávida de 9 meses do meu mais velho, estava a "ronronar" no "sofá" com o meu gato quando aconteceu. E não acho que seja bem feito, acho até que nos toca a todos, independentemente se gostamos da política deles e tudo o mais (que eu nao gosto) mas pessoas sao pessoas e 3000 numa manha no meio de uma metropole é muita gente

    ResponderEliminar
  27. Só um atrasado mental diria benfeita a aquilo que aconteceu, sejam americanos, africanos, chineses, etc, quem sofre sempre são os inocentes.

    ResponderEliminar
  28. Eu estava no oculista, aproveitara esse dia de férias para tratar dos olhos, acabei por ver demasiado sangue derramado por um governo de imbecis.
    Só não acredita na teoria da conspiração quem não quer ver.

    ResponderEliminar
  29. Onde estava?! Em Bragança a almoçar num pizzaria quando vi as imagens na TV! Uma das primeiras coisas que eu e a pessoa com quem estava comentámos foi... "Que merda é esta?! Será que é um novo filme?!"
    Até que percebemos o que realmente tinha acontecido!

    Acho que apesar de nos sentirmos tristes, solidários, etc, ficamos sempre um pouco a leste, porque no fim de contas não é aqui!

    ResponderEliminar
  30. Não sei como alguém pode dizer que foi bem feita a morte de quase 3 mil pessoas... Mas, infelizmente, também eu já ouvi isso muitas vezes. Continua por se entender tudo o que se passou... O relatório é inconclusivo e muitas perguntas estão ainda por responder. Também eu sou uma apaixonada pela cultura americana e é como tu dizes: isso não significa defender ou apreciar as suas políticas. É, sim, saber a história de um povo e admirar a força e determinação, a luta pelos ideais de liberdade e igualdade, a luta dos afro-americanos, o soul e o jazz, tanta, tanta coisa que vai tão além de um idiota chamado Bush...

    Respondendo à tua pergunta: há coisas que ninguém esquece. Estava a terminar de almoçar com a família que estava de férias...

    P.S.: As coisas que se descobrem na net... e eu descobri o teu "cantinho" :) Desculpa a invasão

    ResponderEliminar
  31. Ontem vi alguns do documentários que passaram no canal 1 e de facto existem situações curiosas que talvez nos façam pensar de quem foi realmente a culpa do 11 de Setembro. Um dos comentários que vi falava no trafego aereo norte americano, o normal seria ao meio dia existirem 5000 voos e naquele dia apenas existiam 290..a outra situação foi no Pentágono, se foi um 3º avião que embateu, porque não existem marcas de um avião e apenas um buraco com menos de 2 metros de diametro na parede dianteira e traseira, um avião teria certamente destruido muito mais. Apurar as responsabilidades certamente será tarefa dificil, estamos a falar da America...mas o certo é que foram perto de 3000 pessoas que morreram, mais as que existem que ficaram com marcas fisicas para o resto da vida. E é cliché mas de facto depois do 11 de Setembro o mundo nunca mais foi o mesmo. Distraida como sou não me lembro de como soube do atentado...

    ResponderEliminar
  32. Ora eu... estava numa antiga casa abancado no sofá a fazer zapping. (confesso que não é algo assim com muito glamour.. qualquer dia invento alguma coisa).

    No 11 De março de Madrid estava num a 40 km de Madrid numa carro (que se dirigia para Madrid).. Esse rasou-me uma orelha. :(

    Agora... só por curiosidade. Alguém viu este documentário --> http://video.google.com/videoplay?docid=-5946593973848835726 ?? (não que eu seja um amante das teorias conspiratórias e acredite em tudo o que diz, mas também dá que pensar)

    ResponderEliminar
  33. Eu tava num café com uma amiga e a pensar que as imagens que tava a ver eram de um filme...É que só as vi por volta das 15h e a tv tav sem som, fui induzida em erro! :(

    ResponderEliminar
  34. PS - Sabes porque é que acho que não mereceram??? Porque o verdadeiro culpado de tudo ainda está vivo e as familias das 3000 pessoas que morreram não mereciam sentir o sofrimento que ainda hoje sentem que é de tal forma intenso que parece que tudo se passou ontem!

    ResponderEliminar
  35. Sabem que tb tive a sensação de estar a ver mais um filme tipo "tornado" ou aquele em que o mundo é atingido por um meteorito? tb tive esse "feeling"
    fico feliz por não ser a única que está tentada em acreditar em algumas coisas que o documentário da 1 relatou... se uma delas for verdade, desculpa lá Dora, mas foda-se! que merda de mundo é este!

    ResponderEliminar
  36. Eu estava a trabalhar, não vi nada em directo, nem sabia de nada.
    De tarde uma colega apareceu e disse: á sabem das twin towers? um avião foi contra as torres e cairam.
    Não percebi nada.
    Acho que só à noite é que vi o que se tinha passado e percebi.
    O que me chocou mais foi ver as pessoas a cairem pelas janelas, acho que quem estava nas torres no momento em que ruiram não se deve ter apercebido. Aflige-me pensar em todas aquelas pessoas que estão ali a perceber que vão morrer.
    Foi horrivel, e se tivesse sido num qualquer pais "inimigo" o meu sentimento teria sido o mesmo.
    Não tenho nada nem contra nem a favor dos amercianos, nem de qualquer outro povo ou cultura.
    Não bebemos todos coca-cola? comemos mcdnalds, vemos filmes americanos, lemos livros americanos. Consumimos americanos o dia inteiro. E de certa forma todos nós os invejamos, pela ecónomia, pela maneira como vivem, as casas onde moram, o que fazem, o que tÊm e o que representam.
    Coitados dos que ali perderam a vida e coitados dos que passaram pela experiência e sobreviveram e dos que vivem com a recordação dos que perderam.
    ;)

    ResponderEliminar
  37. Eu também estava a trabalhar e só soube quando o meu irmão me telefonou. Não acreditei, depois ouvi na Tsf e logo a seguir foi toda a gente para casa pra acompanhar tudo pela TV.
    Em relação às criticas aos Americanos só tenho um comentário: É feio morder a mão que nos protege. E digo isto porque estamos todos confortavelmente anichados debaixo da asa da grande águia e ela que nos proteja. Mas são os militares americanos ( e os Ingleses não podemos esquecer)que dão a vida diariamente pelo estilo de vida ocidental. Pelo nosso estilo de vida. Pensem nisso......
    O que seria a Europa sem a protecção Americana?

    ResponderEliminar
  38. Bom, tens todo o direito de apreciar a cultura e, nada tens que te justificar. A mim também me encanta em vários aspectos.

    Eu estava prestes a sair de casa quando o meu pai me liga a perguntar se estou a ver a catástrofe. Disse-lhe que não e voltei para trás ligando a tv a seu pedido. Ficámos os dois sem reagir, incrédulos e em silêncio...
    Só passados largos minutos é que pronunciámos palavra para desligarmos o telemóvel.
    Fiquei atordoada...

    ResponderEliminar
  39. eu também estava a trabalhar, quando na sic noticias começam a transmitir os acontecimentos, eu olhava para aquilo e não queria acreditar, pensava que fosse mais um truque de promoção de algum filme!
    eu admiro a cultura americana mas ao mesmo tempo também sou o maior critico deles porque eles fazem muita merda sobre o próprio povo e sobre outras nações e depois vem feitos uns santos a impingirem a vontade deles aos outros povos.
    mas uma coisa é certa aquilo que fizeram ao povo americano foi algo desprezível e que todos devemos condenar!

    ResponderEliminar