sexta-feira, junho 11, 2010

Não posso morrer sem saber que #11

june6

14 comentários:

  1. A mim também se me tiverem o dia inteiro a espremer os mamilos eu também me salivo toda :-D lol

    ResponderEliminar
  2. Dinona; ESTOU PERDIDA DE RISO! Ehehehehehe. Lindo!

    ResponderEliminar
  3. Isto é o chamado reflexo de Pavlol... ou seja, já me basta dizerem "vou-te espremer" que fica o assunto arrumado (isto a esta hora já não há nada a fazer).

    ResponderEliminar
  4. O comentário da dinona disse tudo ! lolol

    ResponderEliminar
  5. dinona: No meu caso não é Pavlov, porque há muito bom gajo que não sabe mexer...logo, não se consegue deixar a salivar 150 litros! :-)

    Madeirense: A dinona é a provedora do meu blog!

    ResponderEliminar
  6. Dora, então um dia que seja necessário eu empresto-te aqui o Abade (porque eu sou amigalhaça e gosto de partilhar lol).

    Sou sou é uma provadora ávida do berlogue.

    ResponderEliminar
  7. não entendo porque é que com tanta baba, foram massacrar o coitado do caracol!

    ResponderEliminar
  8. Dinona: Obrigada, minha cara mas deixa lá o Abade contigo. Ou ele é algum mestre na arte do mamaril?

    ResponderEliminar
  9. PalomA: Imagina a que preço ficariam os cremes de baba de vaca!

    ResponderEliminar
  10. Acho que agora quando pensar em vaca vou pensar em saliva e não em leite. Espero que não me entre aqui o condicionamento de pavlov a ver se ainda consigo continuar a beber leite. :)

    ResponderEliminar
  11. Nervos em frangalhos: Não devias de ter falado nisso...agora não me esqueço! Ehehehe!

    ResponderEliminar