sexta-feira, junho 04, 2010

O Prisma do Tarantino

22347_540

13 comentários:

  1. Ora, a isto se chama "uma padrão" por excelência.


    *

    ResponderEliminar
  2. ahaha, olha que desta não sabia eu! Quem detectou tal coisa? xD

    ResponderEliminar
  3. Ora por acaso eu já tinha reparado nisto :-D
    Acho imensa piada quando as coisas são filmadas desta maneira, são cómicas.

    ResponderEliminar
  4. Eu gosto muito dele, nunca tinha reparado nisso do prisma xD

    ResponderEliminar
  5. Mas onde é que tu descobres estas coisas?
    (Vê-se mesmo que és uma movie geek - nem sei se existe este termo, acho que inventei agora...)

    ResponderEliminar
  6. Gingerbread Girl: São os pequenos pormenores que fazem um bom realizador!

    EVe: Detectou quem fez esta montagem e ainda bem :-)

    dinona: Ele é fabuloso!

    ResponderEliminar
  7. Miss Muder: Está mesmo muito giro!

    Dorushka: Estas coisas ou encontro ou amigos que sabem que adoro cinema, enviam-me. Sim, sou uma movie geek! EHeheheh! (Se não havia, passa a haver!)

    ResponderEliminar
  8. Este é um dos enquadramentos padrão de Tarantino mais famosos, a par do fetiche por pés ;)

    ResponderEliminar
  9. Jackie Brown: O fetiche dos pés nunca me apercebi...pelos menos em todos. Care to elaborate? :-)

    ResponderEliminar
  10. Tarantino é muito famoso por ter um fetiche por pés femininos, tal foi apontado, mais concretamente, pela Tyra Banks, num programa seu em que Tarantino foi convidado.

    No Pulp Fiction, são os pés da Uma Thurman, que aparece pela primeira vez no filme, descalça;
    No Jackie Brown são os da Bridget Fonda;
    No Sacanas Sem Lei são os da Diane Kruger, que até têm um papel fulcral na recta final do filme ;)

    ResponderEliminar
  11. Jackie Brown: Que fixe essas curiosidades! Da Uma sabia, a Bridget está demais nesse papel. A Diane nem reparei. Muito cool!

    ResponderEliminar
  12. São uma espécie de assinaturas. Alguns planos, alguns pormenores...

    O Tim Burton tem o fetiche de coisas complicadas nas mãos. O Eduardo Mãos de Tesoura é o expoente máximo, mas tanto no Big Fish como no Sleepy Hollow a coisa lá aparece.

    No Jean-Pierre Jeunet os planos inconfundíveis são os close ups às caras com uma lente tipo olho-de-peixe.

    ResponderEliminar
  13. Tempus_Fugit: Brinda-me sempre com essas info porque gosto imenso!
    PS - Não gostei nada do Big Fish.

    ResponderEliminar