terça-feira, julho 13, 2010

A minha avó faleceu esta noite. Vou ausentar-me uns dias…

35 comentários:

  1. Os meus sentimentos! Qualquer coisa que precises, usa o telefone!

    Já fazeres este post, demonstra uma coragem que eu, no próprio dia, duvido que tivesse! Mas compreendo a necessidade de falar, de desabafar, de gritar para dentro!

    Um beijo muito grande e muita força

    ResponderEliminar
  2. Os meus sentimentos ... força nisso!

    ResponderEliminar
  3. Sinto muito... Beijinho grande.

    ResponderEliminar
  4. Lamento muito Dora... a sério. Recompõe-te. Um beijo

    ResponderEliminar
  5. Os meus pêsames, Dora! Coragem. Bjs

    ResponderEliminar
  6. a vida é mesmo assim. feita de coisas boas e coisas más. força...

    ResponderEliminar
  7. Os meus pêsames. Muita força, nós continuaremos cá pelo blog.

    Abraço
    Cinema as my World

    ResponderEliminar
  8. Lamento a tua perda.
    Um abraço apertado.

    ResponderEliminar
  9. os meus pêsames e força nisso, sei bem o que custa! Beijos

    ResponderEliminar
  10. Ohhh rapariga, os meus sentimentos. Eu sei como tu gostavas dela e a ajudavas com as compras por exemplo...ficam o carinho, o amor e as boas lembranças que ela te deixa. Força.

    ResponderEliminar
  11. Força aí, Dora! Qq coisa estamos todos aqui!

    ResponderEliminar
  12. menina os meus pêsames, acredito que tenhas uma ligação grande a ela, mas acredita que enquanto a recordares ela nunca morrerá para ti.
    encara como uma etapa da vida por que todos teremos que passar um dia.
    muitas vezes recordo com saudade aqueles que já partiram e assim eles continuam vivos no meio de nos!

    ResponderEliminar
  13. quando Mário de Sá-Carneiro morreu Fernando Pessoa escreveu:

    os deuses levam para junto de si aqueles que mais amam

    ResponderEliminar
  14. Lamento imenso, os meus pêsames. Quando quiseres voltar estaremos por aqui à tua espera.

    ResponderEliminar
  15. Nestes momentos lembro-me sempre das palavras que o Miguel Sousa Tavares soltou quando a sua digníssima poetisa mãe faleceu:

    "E de novo acredito que nada do que é importante se perde verdadeiramente. Apenas nos iludimos, julgando ser donos das coisas, dos instantes e dos outros. Comigo caminham todos os mortos que amei, todos os amigos que se afastaram, todos os dias felizes que se apagaram. Não perdi nada, apenas a ilusão de que tudo podia ser meu para sempre."

    ResponderEliminar
  16. Lameto muito Dora.

    Os meus sinceros sentimentos..

    ResponderEliminar
  17. este mês está bravo... beijinho Dora.

    ResponderEliminar
  18. Os meus sentimentos. É sempre complicado.

    ResponderEliminar
  19. Vinha eu toda contente comentar o teu blog e deparo-me com isto... o Dorita, lamento muito.

    Uma pessoa até fica sem saber o que dizer... mas fica sabendo que estamos aqui a pensar em ti e a dar-te força para superares isso.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  20. Pessoal, muito obrigada pelas palavras de apoio e de força. Obrigada mesmo.

    Pequena Lince: Não foi essa avó, essa é de Lx. Foi a de Santarém.

    ResponderEliminar
  21. Desculpa o atraso, mas nunca sem te dar um grande carinhoso abraço!

    ResponderEliminar