segunda-feira, novembro 08, 2010

“Celda 211” vs “The Experiment”

Coincidência ou não, este fim-de-semana foi dedicado à temática das prisões. Vi dois filmes que automaticamente me chamaram a atenção assim que ouvi falar deles. Um é muito bom e o outro não é mau mas poderia ser muito melhor.

celda211postercelda-211-poster 

Há muitos anos que vejo filmes espanhóis e é muito raro não gostar de algum. Neste caso tive uma grande surpresa porque gostei mesmo deste filme. O argumento é bom e as interpretações das duas personagens principais são poderosas. Foi o vencedor dos últimos prémios Goya. Os Americanos já começaram a preparar um remake deste filme.

Argumento: “Juan Oliver (Alberto Ammann), é um jovem guarda prisional que decide visitar o local onde futuramente vai trabalhar para conhecer melhor os cantos à casa. Acompanhado por outros guardas locais, Juan vai vendo como é o dia a dia na prisão, os truques com que tem de lidar e constatar que aquele local tem péssimas condições. É durante essa visita de ‘estudo’ ao futuro local de trabalho que Juan se vê no meio de um motim liderado por “Malamadre” (Luís Tosar), o preso mais poderoso do recinto e que pretende uma série de coisas para não matar os reféns que entretanto fez. No meio de toda a confusão, Juan conseguiu fingir e fazer-se passar por um preso comum, pois afinal de contas ainda ninguém o conhece como guarda-prisional. A partir daqui começa um intenso thriller de suspense, ao mesmo tempo que vamos conhecendo um pouco mais todos os intervenientes na prisão. De guardas a presos, passando por políticos ou meros agentes burocráticos de todo o processo, uma coisa é comum a todos: ninguém é mau por natureza, mas os eventos e a pressão existentes podem mudar uma pessoa de um momento para o outro.”

Curiosidades: Sabe-se que Paul Haggis (“Crash”) vai escrever a obra e que manterá o título, mas agora em inglês: ‘Cell 211’.

1Sht.Shell.ORBThe-Experiment-Movie-Poster 

É um filme que começa bem e tem um desenrolar muito positivo. O final é um pouco fraco. Confesso que esperava um twist final, qualquer coisa com mais substância. Mesmo assim é um filme interessante de se ver, principalmente pela interpretação de Forest Whitaker, que está mais uma vez, fabuloso! Adrien Brody também está muito bem mas acaba por ser ofuscado por Whitaker.

Argumento: “Travis (Adrien Brody) e Barris (Forest Whitaker) encontram-se num impasse nas suas vidas. Para ganharem algum dinheiro extra, inscrevem-se numa experiência que tem como principal objectivo, testar o ser humano num cenário de prisão. O filme conta a história de uma prisão provisória que é transformada num laboratório de pesquisa durante duas semanas. Vinte homens são contratados para serem prisioneiros ou guardas. O objectivo de tudo isto é científico: os cientistas querem saber como estes homens reagem a penas leves, sem o uso de violência. Os participantes têm uma série de regras que têm de seguir senão a experiência é terminada e ninguém é pago. O que começa como algo aparentemente simples e fácil acaba por sair do controle de ambos os lados: dos supostos guardas e dos prisioneiros.”

Curiosidades: Elijah Wood fez parte do elenco principal, mas após alguns dias desistiu. Tantos nos US, como em muitos países, o filme saiu directamente para DVD.

12 comentários:

  1. Olá senhora! Como vai isso?
    É verdade, tenho andado um bocado afastada da blogosfera...problemas do coração, enfim.
    Mas devagarinho estou de volta e lá vou dando um salto aqui e ali. O teu canto já faz parte dos meus favoritos por isso agora tenho de ir dar uma vista de olhos nos 13 post´s que tenho em atraso.

    Tenho devorado filmes! A ver de faço um post com os últimos que vi e gostei mais, mas só com imagens porque não consigo comentar filmes como tu. Deixa-me dizer que sempre que quero ver um filme venho ao teu blog e tenho seguido as tuas dicas. Bons filmes, sim senhor!

    Acho que se anda a programar um jantar na blogosfera, aqui em Lisboa. Pois porque a malta do Norte é que faz muito disso, mas para mim não dá para fazer 300km para jantar. Se for o caso estás numa de ir?

    Se bem que há quem diga que para alguns é impossível porque não pretendem dar a cara...

    Enfim, achei boa ideia..pensa nisso.

    Bom, vou ver os outros posts.
    Até já!

    ResponderEliminar
  2. Marta: Eu já passei a fase de jantares de net ha mais de 10 anos, mas acho que arranjo companhia e vou na boa. A Dinona, o MRPereira e a M. vão querer ir de certeza.

    Fico sempre contente que gostes das minhas dicas.

    Basta pores uma imagem e dizeres se gostaste ou não ou o que gostaste mais :-)

    Eu sei que os probs do coração desmotivam...ehehehe!

    ResponderEliminar
  3. Não vi este "The Experiment", mas vi e gostei muito do "Das Experiment", filme alemão que conta a mesma história. Não posso comparar os dois. Alguém viu ambos?

    ResponderEliminar
  4. nao tem nada a ver, mas o BIG C é optimo.

    ResponderEliminar
  5. ana 2ºesq: Quem é amiga e quem dá coisinhas boas, quem é?

    ResponderEliminar
  6. o the experiment está fraquinho. é como dizes, esperava-se ali qq coisa na recta final q acaba por n acontecer e o fim é demasiado seco.
    o espanhol n conheço. a ver se vejo um destes dias.

    ResponderEliminar
  7. Ruca: Eu pensei sempre: "isto vai ter agora um twiste aqui no fim". Mas no geral gostei do filme.

    ResponderEliminar
  8. Mas o facto de se esperar um twist no final não derrota o propósito dum twist? E se a ausência do twist no filme foi intencional? Quando está toda a gente à espera de um, não se lhes dá nenhum eh eh.

    ResponderEliminar
  9. king Mob: Sim, mas tornaria-o mais interessante. Acabou de maneira muito...nhó nhó :-)

    ResponderEliminar
  10. Dora,
    Acho que seria uma ideia genial, até porque preciso conhecer pessoas novas. Estou cansada de ir a jantares de casais onde não se fala noutra coisa senão o meio familiar. Tipo, uma diz que está a tentar engravidar, a outra diz que faz planos para o casamento, os gajos combinam ir à bola com os demais gajos do grupo de casais...
    Uma seca!!!
    Depois há também o grupo de amigos com quem trabalho que obviamente não fala noutra coisa que não trabalho bahhhhh.

    Eu cá alinho numa jantarada blogueira...era capaz de ser animado :)

    ResponderEliminar
  11. Marta: Jantares de casais? Uga-se, que seca essas conversas! Nem tenho amigas com esses tópicos. Isso emburece-me!

    ResponderEliminar