segunda-feira, novembro 15, 2010

“The Other Guys” vs. “Mother and Child”

the-other-guys-poster-480x711the-other-guys-poster 

Não sei se gostei deste filme ou não. Não sei se é uma comédia boa ou não. É sim um filme com diálogos e situações em que o termo “WTF?” vem à “baila” imensas vezes. Will Ferrel está o máximo e a caracterização não podia ser melhor. Mark Whalberg está igual a ele próprio e os pequenos papéis de Samuel L. Jackson e de Dwayne “The Rock” Johnson são uma versão melhorada e mais adulta dos “Bad Boys”, Will Smith e Martin Lawrence. A personagem de Michael Keaton como capitão da policia, que tem como part-time, atendimento ao público no “Bed, Bath & Behond” é hilariante!

É um filme de Domingo à tarde que não traz nada de novo mas o mais curioso são os diálogos “non sense” que tem.

Argumento: “Allen Gamble (Will Ferrell) e Terry Hoitz (Mark Wahlberg) são dois polícias de Nova Iorque que raramente vêem qualquer tipo de acção. O primeiro não se importa muito de manter um trabalho de secretária, embora idolatre os super-polícias Danson (Dwayne “The Rock” Johnson) e Highsmith (Samuel L. Jackson). O segundo, como punição por um embaraçoso incidente com a sua arma, foi colocado como parceiro de Gamble, e nunca mais voltou às ruas. A situação vai mudar, quando ambos são forçados a entrar em acção a sério, numa parelha muito desajustada e em que nada corre como previsto.”

mother_and_child_poster 

O que eu deprimi a ver isto ontem! O filme não me fez chorar mas andei deprimida nas horas seguintes. Para além de ser um filme de “a chick flick”, desafio qualquer homem a ver este filme se conseguir…

A história é boa e Annette Bening e Naomi Watts têm interpretações brilhantes. Foi o elenco que me chamou a atenção. Mas o filme em si não é nada de especial. Foi curioso ver o Samuel L. Jackson numa cena de sexo. Não o via nestas “andanças” desde o filme com a Juliette Binoche.

Argumento: “Uma jovem de 14 anos (Annette Benning) tem uma gravidez acidental e dá o seu filho (Naomi Watts) para adopção. Quarenta anos depois ela ainda não superou a atitude tomada e tem de enfrentar conflitos com o patrão (Samuel L. Jackson), o vizinho e o próprio marido, todos envolvidos em um grande círculo amoroso.

Curiosidades: O papel de Naomi Watts foi pensado originalmente para Robin Wright Penn. Watts demorou apenas 8 dias para gravar o seu papel.

9 comentários:

  1. Vou ver se consigo ver os dois, se bem que preciso de coisas alegres ;)

    ResponderEliminar
  2. Ainda não vi nenhum dos dois, mas este fim de semana fui ver "O demónio" e depois fui para o parque de estacionamento pelas escadas.

    ResponderEliminar
  3. Marta: O 2º deprimiu-me mas é fixe. O 1º é nonsense total!

    Vera: Qual é o titulo original?

    ResponderEliminar
  4. ja vi o 1º e não é nada de jeito. safa-se o will ferrel q tem piada.
    o 2º desconheço.

    ResponderEliminar
  5. Ruca: Sim, o Will Ferrell é o filme. Não pensaste "wtf?" várias vezes? Os diálogos...

    ResponderEliminar
  6. A minha parte favorita do primeiro são os créditos finais :-) Tem os seus momentos. Poucos, mas tem. Vale essencialmente pelo Will Ferrel e o Prius.

    Quanto ao desafio para o Mother and Child, passo. Depois da dose ultra enxaropada do Letters to Juliet, preciso de um intervalo ;-)

    ResponderEliminar
  7. King Mob: Ya, as cenas do Prius são giras e com o Gene também.
    Pois, mas para que raio foste tu ver "Letters to Juliet"?

    ResponderEliminar
  8. O "The Other Guys" só vale a pena pelo épico momento do "aim for the bushes" logo no início. Depois disso torna-se bastante "ui, que é isto?". Pelo menos a mim não me agradou lá muito.

    ResponderEliminar
  9. Snow White: Senti o mesmo. "WTF" passou-me mesmo muitas vezes pela cabeça.

    ResponderEliminar