quarta-feira, fevereiro 05, 2014

“Hoarders” à tuga

823721

Já tinha falado aqui de um guilty pleasure meu e então não é que ontem descobriu-se que também temos “Hoarders” com Portugal? ´

“Mais de 200 cães, gatos e ratazanas resgatados de uma vivenda em Palmela. Mais de duas centenas destes animais foram resgatadas de uma vivenda em Palmela, onde viviam em "péssimas" condições de higiene e saúde. Segundo a GNR, que acompanhou a operação, havia risco para a saúde pública. Há suspeitas de que se tratava de um negócio de comércio ilegal de animais. Os animais – quase 130 cães, entre adultos e cachorros, 34 gatos e mais de 65 ratazanas domésticas – andavam livremente pelo quintal e ocupavam todas as divisões da casa, que além de ter um cheiro nauseabundo estava "coberta de excrementos", descreve esta responsável. Os animais estavam muito sujos, vários estavam doentes e maltratados, e alguns parecem ter patologias típicas dos animais que resultam de muitos cruzamentos entre pais, filhos e irmãos", acrescenta.” – in Público

Não é que seja uma activista dos direitos dos animais mas isto deixa qualquer pessoa sem palavras…

Parece que os vizinhos já tinham feitos várias queixas e só desta é que decidiram actuar. O pior é que este casal fazia tudo isto com a intenção de negócios. Eram colocados anúncios on line de venda destes cães e gatos.

A minha solução: colocar este casalinho num canil, no meio de cães com alguma larica e era deixá-los lá estar…

6 comentários:

  1. Realmente, uma história macabra. E, se segundo li já não sei em que site de um jornal, estas pessoas já tinham feito o mesmo noutra casa doutra localidade. Mudaram de casa mas não mudaram de hábitos e de negócios.

    ResponderEliminar
  2. Ainda por cima acho que faziam negócio com aquilo, vendiam animais a pessoas estranhas que entravam para dentro da casa com a cara tapada. Há com cada uma!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Marta: Cara tapada? Essa não sabia! FDP!

      Eliminar
    2. Pois...boa gente não podia ser...

      Eliminar