domingo, fevereiro 16, 2014

“Nebraska” de Alexander Payne

nebraska tumblr_mzuslvBG9J1rmcy7fo1_500

A geriatria está em penso nesta história na medida em que, tirando os filhos e os dois primos rednecks, todo o elenco tem mais de 65, 70 anos. É um filme que se vê bem, embora seja muito parado e a história não desenvolve muito… Se merece 6 nomeações? Na minha opinião, não. Mas assim que comecei a vê-lo, trouxe-me logo à memória um filme que adoro de David Lynch, “The Straight Story”.

Esta história acaba por fazer um mix entre dois dos seus ex-filmes, ou seja, parte é “road movie”, tal como “Sideways” mas também há um reencontro com a família, como em “The Descendants”. Em 2011, não percebi o furor à volta deste filme e não compreendi porque teve também tanta nomeação…

Bruce Dern, com 77 anos, faz um velhote já um pouco senil, teimoso e com problemas de alcoolismo. É a sua segunda nomeação mas é pouco provável que ganhe a estatueta. O papel mais divertido, é sem dúvida, da sua esposa, June Squibb, que tem um humor lacerante e que está constantemente a mandar o marido abaixo, mas ao mesmo tempo, insiste em contar ao filho, muitas das suas façanhas sexuais quando era uma jovem, na cidade de Hawthorne. (Nomeada para Melhor Actriz Secundária por esta performance). Este filme demonstra como uma família pode mudar a sua dinâmica através de um acaso, visto que agora é o filho que tem de tomar conta do pai e que toda esta aventura acaba por uni-los.

Argumento: Woody Grant (Bruce Dern) é um idoso com mau feitio, mas ingênuo e de bom coração, que acredita ter ganho US$ 1 milhão. A família faz piada do suposto bilhete premiado, enviado pelo correio, mas Woody insiste em deixar Billings, no Estado norte-americano de Montana, para ir levantar o dinheiro em Lincoln, Nebraska. Após fracassadas tentativas de fazê-lo desistir da ideia, o filho mais novo, David (Will Forte), decide acompanhá-lo na viagem, que inclui uma passagem por Hawthorne, a cidade onde os pais se conheceram e moraram durante anos.

Curiosidades: Bryan Cranston quis ser David, mas o realizador achou que este papel não seria o indicado para o actor. Gene Hackman, Jack Nicholson e Robert Duvall foram pensados para o papel de Woody.

tumblr_n0w95sIXsN1s39hlao1_500 tumblr_n0w95sIXsN1s39hlao2_500

11 comentários:

  1. Respostas
    1. Namorado: Eu faço sempre questão de ver os nomeados. Não fico acordada até às 5h da manhã a ver os Oscars para nada :)

      Eliminar
    2. LOL Eu trabalho Dora! Não meto férias para ver os Óscares! LOL

      Eliminar
    3. Namorado: Eu vejo os Oscars e às 8.06 estou no comboio para Lisboa e vivo em Santarém. Faz as contas. Férias? Bitch, please! :)

      Eliminar
  2. Alexander Payne é um dos mais prodigiosos autores norte-americanos.
    A sua rica filmografia prova como a América é realmente crucial para os alicerces da Sétima Arte, apesar de muitos leigos ignorarem esta verdade irrefutável. Sitiado no seu estado nativo, Payne cria uma prodigiosa sátira humana, repleta de observações introspectivas bem embrulhadas numa fotografia imaculada.

    Dos nomeados ao Oscar principal, este foi o meu predilecto, juntamente com a Obra-Prima de Jonze ("Her")... infelizmente nem tudo o que luz é Oscar e estes não possuem a força da máquina publicitária das películas de O.Russel e McQueen.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eros: Este foi dos que gostei menos mas não achei um mau filme. Ando à espera do "Her" e nunca mais...

      Eliminar
  3. Este ainda não vi. Vi o 'Her' na semana passada e surpreendeu-me pela positiva. Tem momentos e ideias/conceitos subtilmente inquietantes. Mas não é filme para o grande público. Tive a confirmação disso mesmo pelos comentários que ouvi à saída da sala de cinema. Pessoalmente gostei imenso.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ozpinhead: O "Her" aqui não vem; não vou a Lx há duas semanas e ainda não saiu em HD. Tenho estado à espera e sei que vou gostar.

      Eliminar
    2. O Her deve ter sido inspirado alguma paixão assolapada pela Siri, cheira tanto a isso :D mas vou esperar para ver no sofá :)

      Eliminar