sexta-feira, janeiro 01, 2016

Madrid–Agosto 2015


Até Fevereiro do ano passado não me era possível ter um pé de meia. Depois de ter resolvido umas despesas fixas, fiquei um pouco mais folgaduita e comecei a pensar em viajar. Sempre quis viajar mas proposionou-se muito pouco. Andava principalmente à espera de companhia ou da companhia certa também para o fazer.

Andava cheia de vontade de ir viajar mas estava sem companhia. Esperei durante um ano para ver se realmente as coisas se proporcionavam para não ir sozinha.
Estávamos em Agosto e estava eu de papo para o ar na praia quando pensei para mim: “Vou sozinha e é já!”. Cheguei a casa, andei horas a fazer pesquisas de tudo e mais alguma coisa: voos, hostels, sítios a visitar, locais turísticos e passadas umas horas tinha um bilhete de avião comprado e o hostel pago. Sempre recusei a ideia de ficar num hostel mas após tanta pesquisa, consegui um com casa de banho própria.

Destino? Muito fácil, Madrid. “Para começar no que serão as minhas várias viagens de futuro, vou começar por um sitio “fácil” e que tenho muita curiosidade em conhecer”.
Arranquei numa 2ª feira de madrugada e cheguei a Madrid por volta das 11. Como adoro toda a azafama dos aeroportos, o tempo passou muito rapidamente. Com uma mochila de campismo às costas e 3 livros, lá fui eu de metro até ao hostel. Fiquei numa zona super central e muito conhecida, Calle Fuencarral que é pertíssimo da Gran Via e Plaza del Sol.

 

O hostel, “Hostal Madrid” era excelente. A localização era perfeita, quarto com casa de banho privativa, silêncio em ambos os andares e tinha 3 chaves: a do meu quarto, a do andar e a da porta de baixo. O único senão era não ter pequeno-almoço, nem sala em comum. 3 noites não chegaram a 100€.

Durante esses 4 dias fartei-me de andar a pé, fui ver as coisas que quis e que pesquisei e adorei! Agora é a parte onde todas as pessoas ficam chocadas: não fui ver museus, não gosto de arte. Andei 2 dias no “Madrid Tour Bus” e palmilhei a cidade de uma ponta a outra (claro que me refiro ao limite das duas linhas de autocarro, que ainda eram uns bons km ). O único museu que visitei foi o de cera.

Visitei a Calle Mayor, Plaza Colon, Puerta del Sol, Parque do Retiro, Plaza Mayor, San Anton Market, Casino Gran Via, etc.
“Tapeei” no Pampa Bar, Café de la Luz, 1000 Montaditos, Cervejaria La Tona, Indalo Tapas (o meu preferido), La Placa Cafe Bar, TGI Friday’s, Vips, Sidreria El Tigre (para esquecer), etc. Ao contrário da maioria das mulheres, eu não vou para as compras nas viagens, prefiro gastar dinheiro a provar as iguarias. Almocei, lanchava, jantava onde queria e sempre com a companhia dos meus livros.














As únicas duas coisas de que não gostei foi obviamente o calor e a sensação que se uma pessoa passar ali meses ou mesmo ter de mudar-se para este país, emburrece. Porquê? Não se ouve Inglês em lado nenhum…ninguém fala e tudo é dobrado na tv. O único canal que vi nestes dias foi um canal de música.

Foi das melhores decisões que tomei.


Todas as fotos são tiradas por mim.

28 comentários:

  1. Não conheço Madrid, mas gostava. Admiro a coragem, mesmo. Auschwitz é comovente, algo de extraordinário.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Maria do Mundo: Não é preciso coragem, tem a ver com o feitio. Não sei é como nunca pensei em ir antes...

      Eliminar
  2. Se adoraste Madrid, irás com certeza ficar apaixonada por Barcelona. Auschwitz não é uma visita fácil, mas é sem dúvida um local, para quem tem a oportunidade, a conhecer.
    Boas viagens! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nina Nininha: Toda a gente me diz que vou adorar Barcelona. Temo é que 3 dias sejam pouco mas foi o que consegui arranjar.
      Auswichtz vai custar-me mesmo muito mas tenho de lá ir.

      Eliminar
  3. Nunca viajei sozinha por opção, só a trabalho mas, em tempos, gostava de o fazer.
    Agora acho que já não consigo porque tenho muitas saudades da minha filha. Mas entendo perfeitamente que tenha sido fantástico.
    Não fui sozinha, mas passei 3 dias a percorrer São Francisco com um livro do José Luís Peixoto, enquanto o Milton estava numas conferências da Apple. Adorei! Em Londres fiz o mesmo.
    Se não gostas de arte, acho que não fazia sentido passares horas nos museus de Madrid mas, confesso que foram o melhor que vi em madrid e dos melhores museus onde já estive. São magníficos! Nem de Salvador Dali gostas? :P
    Era capaz de ficar aqui a escrever ata mais não mas vou só dizer mais uma coisa: já quis muito conhecer Auschwitz mas ando demasiado banana para isso. Fui à casa de Anne Frank, em Amesterdão (e reli o Diário dela durante a viagem) e fartei-me de chorar. Não foi propriamente pelo que aconteceu mas por, num documentário que passam lá a determinada altura, o pai dizer que não conhecia aquela Anne descrita no diário, que a filha dele era diferente da rapariga madura que escreveu aquele diário. E depois ele fez aquele museu, na casa onde se esconderam, e chamou-lhe casa da Anne Frank... São estas coisas que me deixam toda abananada. De modo que vou dispensar os campos de concentração.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Purpurina: Eu lembro-me dessas tuas fotos de São Francisco, muito fixes.
      A única arte que gosto é a pop art. Lembras-te daquela grande exposição que vimos na Casa Serralves, no Porto?

      Eu quando estive na Casa da Anne Frank também me fartei de chorar e sei que Auschwitz vai ser horrivel mas tenho e vou conseguir.

      Eliminar
  4. Por acaso vou a Madrid no próximo ano, embora já lá tenha estado uma vez foi muito pouco tempo. Mas acho que viajares sozinha deve ter aspetos bons e maus, o mau é que se houver algum problema estás completamente sozinha e o bom é que podes ver o que queres, quando queres, como queres e durante o tempo que queres.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. maria mestre: Quando és independente há muitos anos e com uma familia praticamente inexistente, aprendes a virar-te sozinha. Se houver um problema, tudo se resolverá. E não posso pensar assim pois agora só quero é viajar.

      Eliminar
  5. Também gostava de fazer essas viagens. Mas não gosto de confusão nos aeroportos nem do metro.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nina: Eu gosto de ambas mas no metro em Madrid não houve nenhuma confusão.

      Eliminar
  6. Infelizmente ainda não conheço Madrid :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. FME: Eu achei muito parecido com Lisboa. Até demais.

      Eliminar
  7. Acho que fizeste muito bem e, pelo que contas, aproveitaste muitíssimo bem. Viajar sozinha pode ser muito bom: estás à tua vontade, demoras o tempo que queres, aprendes ainda mais a desenrascar-te, conheces pessoas novas, testas os teus medos/limites, dá uma grande sensação de liberdade. pelo menos, uma vez na vida, acho que devemos experimentar. Curiosamente, a única vez que o fiz fora de PT, foi para Barcelona...:-)
    Auswichtz também está na minha mira. Quem sabe ainda nos encontramos por lá...(raio de sítio para marcar encontros) :-))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Presépio no Canal: Vou em março, se quiseres aproveitar a boleia!
      Gostaste muito de Barcelona? 3 dia sé pouco mas pronto. Vou ficar num hostel nas Ramblas.

      Eliminar
    2. Adorei Barcelona! Se puderes, visita o Palau Nacional da Música. É lindo! E o Museu de Artes Decorativas (vi duas vezes). O Bairro de Gracia é um espectáculo com bares muito giros: jazz, etc. Gostei muito do Bairro Gótico também. Se gostas de Dali, vai até Figueras ver o museu. E há a praia, também com muita animação.
      Já fui há uns aninhos. Nessa altura, a cidade era mais calma, mas lembro-me de pensar que viveria ali muito bem.
      Para ir a Auswichtz, apanhas avião até onde? Só não sei se consigo ir em Março, mas lá mais para a frente, dir-te-ei.

      Eliminar
    3. Presépio no Canal: Museus não é comigo mas o da Música já andei a cuscar e quero ir conhecer.
      Em breve vou fazer um post sobre Auschwitz e explico tudo lá. ok?

      Eliminar
  8. E fizeste tu muito bem, também deve ser divertido viajar sozinha! E visitar Auswichtz também faz parte dos meus planos... ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Jo: Fazes o que te apetece e isso é muito bom. Mas só dá para pessoas que estão habituadas a fazer coisas sozinha.

      Eliminar
  9. Ha muitos anos que viajo quase sempre sozinho, é bom vamos para onde nos da na gana!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nuno Salsa: E como organizas as coisas? Tudo pela net? Ficas em hostels ou hoteis?

      Eliminar
    2. lol, fico sempre em parques de campismo actualmente só se começar a chover é que ofereço o mimo a mim mesmo de ir procurar habitação. Actualmente não é muito diferente de há 20 anos atrás, decido que preciso de sair da minha zona de conforto, agarro a tenda, saco cama, colchão, um saco com roupa e meto tudo no porta bagagens do carro, costumo ver na net o que há de interessante para ver na zona para onde vou, há 20 anos atrás era de mochila as costas de comboio, autocarro e a boleia, o conhecimento da zona para onde estávamos a ir era através do passa a palavra de alguém que já para la tinha ir, tenho muitas saudades desses tempos.
      para o ano de 2016 vou para Espanha outra vez, mas tento fugir dos grandes centros urbanos, Madrid em 1995 rebentou comigo, mas Barcelona é espectacular muito diferente de Madrid.

      Eliminar
    3. Nuno Salsa: Toda a gente diz que Barcelona é superior.

      Eliminar
  10. Feliz Ano Novo :D Espero que tenhas um 2016 brutal! *

    ResponderEliminar
  11. Eu perco e já perdi muito por não ter coragem em ir viajar sozinho, não me sinto à vontade para estar sozinho num país que desconheço, mas acredito que seja uma questão de hábito, o que custa é começar.

    ResponderEliminar
  12. Madrid, devia existir a tradição da visita anual... hehe, estou atrasado num ano :P

    ResponderEliminar
  13. Estive duas vezes em Madrid e nas duas de fim de semana. Sinceramente, gosto mais de Barcelona e Sevilha, faz mais o meu género. Gostei de Madrid mas como fiquei sempre no centro, onde ficam os bares, achei um bocado stressante.
    Quanto à tua ida, genial! Eu não teria feito melhor :)

    ResponderEliminar
  14. Ahhhhhhhhhh o homem-aranha ainda deve ser o mesmo!!!! Estive lá em 2010 mas o tipo parece o mesmo! Reconheci-o pela barriga. LOL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Urban Cat: Já me disseram que o Spiderman é tuga!
      Eu vi Barcelona em 3 dias e Madrid que é mais pequena, em 4. Continuo dividida, não sei mas gostei muito de Madrid também por ser a minha primeira viagem sozinha.

      Eliminar