domingo, novembro 29, 2015

“The 33” de Patricia Riggen (2015)

The-33file_611833_33-poster-640x948

Foi o meu filme de Domingo passado e fiquei agradavelmente surpreendida com a história, as interpretações, a maneira como foi feito. É um filme muito emotivo e embora saibamos qual é o final, mantemo-nos expectantes durante 2h e por vezes, nervosos.

Foi impressionante a maneira como racionaram a comida, como resolveram os conflitos e manteram a calma…claro que não sabemos se realmente aconteceu assim pois, sinceramente, custa-me a crer que tivesse corrido tudo assim tão bem, em 2010. Antonio Banderas faz um papel muito forte e Rodrigo Santoro faz-nos desejar ter mais pessoas no governo assim.

O que nos deixa a pensar foi como é que estes homens passaram o que passaram, sem receberem qualquer tipo de indemnização…? O meu primeiro pensamento após ver o filme foi: “Tivesse isto acontecido nos States e cada mineira recebia pelo menos 1 milhão de dólares”. Também acredito  que se os medis a nível mundial não tivessem feito pressão, ameaçando manchar a imagem do Chile perante o mundo, os responsáveis não se teriam empenhando tanto neste resgate.

Argumento: Capiapó, Chile. Um desmoronamento faz com que a única entrada e saída de uma mina seja lacrada, prendendo 33 mineiros a mais de 700 metros abaixo do nível do mar. Liderados por Mario Sepúlveda (Antonio Banderas), precisam racionar o alimento disponível. Paralelamente, o Ministro da Energia Laurence Golborne (Rodrigo Santoro) faz o possível para conseguir que os mineiros sejam resgatados, enfrentando dificuldades técnicas e o próprio tempo.

Curiosidades: O verdadeiro Mario Sepulveda fez parte da rodagem do filme, dando dicas às personagens sobre o que realmente se passou. A realizadora exigiu que todo o filme fosse rodado em Inglês mas que com sotaque Espanhol, do Chile, o que foi muito dificil para os actores. A Juliette Binoche veio substituir a Jennifer Lopez. Os mineiros não receberam um cêntimo por este filme.

tumblr_nxq8udemYl1ucsl4lo1_540tumblr_nxz0cqiUVF1ucsl4lo1_540tumblr_ny2t6yee931ucsl4lo1_540tumblr_nyaf4xbqGT1ucsl4lo1_540tumblr_nycqg16q3R1ucsl4lo1_540tumblr_nycr14VSRD1ucsl4lo1_540

6 comentários:

  1. Nunca rinha ouvido falar mas fiquei curiosa. Vai para a lista.

    ResponderEliminar
  2. Já tinha ouvido falar nele e tens toda a razão se fosse nos EUA o impacto seria outro...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. No Limite do Oceano: Nos States eles já não trabalhavam o resto da vida.

      Eliminar
  3. Não tinha ouvido falar desse filme, mas parece interessante.

    ResponderEliminar