quarta-feira, dezembro 09, 2015

“Trainwreck” de Judd Apatow (2015); “The Walk” de Robert Zemekis (2015)

trainwreck-poster

Tenho gostado de todos os filmes do Judd Apatow e este não foi fugiu à regra. Escrito pela própria Amy Schumer, que na minha opinão é uma comediante genial, este filme é super divertido e com um humor tão, tão negro que se torna delicioso. Gostei imenso!

Bill Hader, que esteve anos no elenco do Saturday Night Live e chegou a ser argumentista no “South Park” é um comediante ao qual não acho grande piada. Tenho visto praticamente tudo dele, mas não sei…não me arranca gargalhadas.

Lebron Brown (o às da NBA) também faz um papel engraçadíssimo, tal como a personagem do pai de Amy. Completamente diferente do que estamos a vê-la, Tilda Swinton aparece super feminina e sofisticada. Aqui é editora de uma revista cor de rosa, patroa de Amy e que lhe faz a vida negra.

Sinopse: Uma mulher com mais de 30 anos (Amy Schumer) tem uma vida amorosa desastrosa. As suas rotinas resumem-se a casos de uma noite e beber com os amigos, mas tudo pode mudar quando acaba por conhecer um médico desportivo (Bill Hader) que parece ser o "homem ideal".

Curiosidades: Amy escreveu o papel de Tilda Swinton para ela própria que assim que soube, aceitou de imediato. É o primeiro filme de Judd Apatow que não é escrito por ele. Bill Hader perdeu 10kgs para fazer esta personagem.

200

giphy

200 (1)

Walk-2015-Poster-1

Tinha imensas expectativas para este filme e andava há meses à espera dele. Também o vi este fim de semana e confesso que esperava melhor. O filme é bom, Joseph Gordon – Levitt está muitíssimo bem e com um sotaque francês perfeito, mas não sei…penso que esperava outra coisa, mas também não sei bem o quê…

A realização e a fotografia estão tão bem feitas e realistas que existem relatos de pessoas que sofrem de vertigens nas salas de cinema e até se sentiram mal.

É uma história verídica e demonstra bem que quando queremos mesmo uma coisa, o céu é o limite.

Sinopse: A história do equilibrista Philippe Petit (Joseph Gordon-Levitt), famoso por atravessar as Twin Towers usando apenas um cabo. Mesmo sem ter autorização legal para a arriscada aventura, reuniu um grupo de assistentes internacionais e contou com a ajuda de um mentor para elaborar o plano, que sofreu diversos obstáculos poder ser finalmente executado. A travessia ocorreu na ilegalidade em 7 de agosto de 1974 e ganhou destaque no mundo inteiro.

Curiosidades: O próprio Philippe Petit ensinou Joseph Gordon – Levitt a andar no arame. Apostou que o fazia numa semana e conseguiu.

tumblr_nz1lusZjBt1ujvfd5o3_400tumblr_nz1lusZjBt1ujvfd5o4_400

tumblr_nz1lusZjBt1ujvfd5o5_400tumblr_nz1lusZjBt1ujvfd5o8_400

17 comentários:

  1. O primeiro é o meu eleito. Vou guardar o nome e procurar.

    ResponderEliminar
  2. Vi o "Trainwreck" no Verão e apesar de ter gostado, esperava mais. A Amy está rapidamente a tornar-se numa das minhas comediantes favoritas, juntamente com a Kristen Wiig, portanto quando começaram a dizer que este filme seria um género de "Bridesmaids" fiquei com as expectativas demasiado altas. Posto isto, ri-me imenso e a Tilda estava chocante. Não li críticas muito positivas, mas mesmo assim quero ver o "The Walk".

    Ricardo, The Ghostly Walker.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ricardo Francisco: Eu nunca leio criticas de nada, nem de cinema, nem de livros. Não acredito em criticos porque as opiniões são muito subjectivas. Gosto de saber as opiniões das pessoas "normais" e não da "critica", entendes?
      Eu adorei o "Bridesmaids", acho superior a este.

      Eliminar
    2. Ricardo Francisco: Um off-topic...legendas para o "Bare"...onde o viste? Já o tenho.

      Eliminar
  3. Eu vi o primeiro e adorei!
    O segundo está em lista de espera ...

    ResponderEliminar
  4. O 1º é nos próximos dias!!! E é uma sugestão tua!
    O 2º quero muito ver, mas só está no cinema não é?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. No Limite do Oceano: Está no nosso sitio também.

      Eliminar
  5. Agora bati mal e tive que ir verificar se existia mesmo uma nova estrela da NBA que eu não conhecia, mas foste mesmo tu que te enganaste, e ainda que o homem seja brown, é LeBron James o nome!!! :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nuno B: Ahahah! Grande gaffe!

      Eliminar
    2. LeBrown Bron? (La)Brie Cheese? :D

      Eliminar
    3. Se não fosse a gaffe se calhar não tinhas comentado. Vês? :)

      Eliminar
    4. Não tenho comentado mas tenho lido, que eu gosto dos teus escritos. Também estou semi-retirado da blogosfera, isto está mais morto que o cérebro do Arroja. As redes sociais vão tomando o tempo que resta para estas andanças virtuais... :)

      Eliminar
    5. Nuno B: Obrigada mas sabe sempre bem os comentários. Não pela quantidade deles mas para sabermos que temos feedback.

      Eliminar