quinta-feira, janeiro 07, 2016


Acabo de ler esta notícia e não pude deixar de fazer um post:

"Duas freiras autodenominam-se como as “irmãs do Valley” e dedicam-se à produção de remédios à base de cannabis. Agora lutam contra os projectos de lei que querem impedir as suas operações.
Ainda que não pertençam a nenhuma religião, Kete e Darcey consideram-se freiras e buscam fazer coisas positivas pela comunidades. Como fazer produtos à base desta planta “mágica”.

Para mim, a minha religião tem que ver com a Irmandade e o movimento feminista, sobretudo para que possamos viver e trabalhar com outras mulheres e fazer algo positivo pela comunidade, mas também pelo mundo”, garante a irmã Darcey.
As irmãs vendem os seu produtos online e defendem que estes ajudam em diversas doenças. As irmãs fabricam sobretudo óleos, pomadas e extractos da planta.
A Câmara Municipal da localidade onde as irmãs têm a sua fábrica, que não é maior que um pequeno quintal, tem estado a trabalhar para impedir que o negócio siga em funcionamento. As freiras sustentam que o seu negócio é legal, dado que os seus produtos estão livres de THC."

Isto só me faz lembrar um dos primeiros filmes do Pedro Almodova. Filme esse que lá com muito custo conseguir arranjar o dvd original.


Este filme é uma moca pois trata a vida de um grupo de freiras lésbicas, viciadas à droga e fechadas num convento. Embora seja um filme muito antigo e ainda não apareçam os "vermelhos" típicos de Almodar, é com 3 das sua smelhores actriz, a Marisa Paredes, a Carmen Maura e Chus Lampreave.

Só pelos nomes das irmãs, vale a pena ver o filme: Irmã Esterco, Irmã Perdida, Irmã Víbora, Irmã Rata de Esgoto.

Sinopse: Yolanda, mulher vivida, sofre um choque ao perder o seu noivo, morto por overdose. Com a polícia atrás de si, esconde-se num convento. No seio das irmãs encontra a mesma carnalidade que no exterior. Até uma abadessa se apaixona por ela. As restantes irmãs têm hábitos muito estranhos.

Curiosidades: Foi o primeiro filme de Almodovar a ter um produtor e a ser comercializado por um estúdio.

2 comentários:

  1. Nunca vi esse filme, há muitos do Pedro Almodovar que não vi.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu só não vi um: "Pepi, Luci, Bom y otras chicas del montón" de 1980. De resto, vi tudo e tenho quase todos em dvd.

      Eliminar