sexta-feira, janeiro 01, 2016

Barcelona - Dezembro 2015


Às 6.30 da manhã já estava no aeroporto, a tomar o pequeno almoço e com o check in feito. Há quem não goste da azáfama dos aeroportos...eu então sou o contrário, adoro. Vou sempre com tempo e gosto de tomar o pequeno almoço a observar as outras pessoas e imaginar para onde irão. Já criei uma rotina: uma tosta mista e um caffe latte (aka galão) gigante. Depois da bucha, senti-me à espera do meu vôo que era às 8.30 e sempre ao som do penúltimo e último album dos Coldplay.


Aterrei às 11 e tal e apanhei um aerobus até à Plaça Cataluña. Este bilhete tem o valor único de 5.90€. O tempo estava nublado e um bocadinho fresco. 


Da Plaça Cataluña ao Hostel Fernando eram 10mns a andar, se tanto. Bastava descer as Ramblas e cortar à esquerda da Carrier Carran. O quarto tinha uma cama de casal e casa de banho privativa. Era pequeno mas lindíssimo. Como estavam em obras, os quartos eram remodelados. Fiquei por duas noites e foram 34€/noite com direito a pequeno almoço.


Tal como fiz em Madrid, a primeira refeição, após horas sem comer, foi um hamburger delicioso. Uma cadeia chamada "Bacoa" , onde escolhemos o próprio pão, tipo de carne, molho, acompanhamento. A decoração do sitio era igualmente gira.





Optei por fazer um "Walking Free Tour" - coisa que farei obrigatoriamente em todas as viagens futuras. São guias locais que fazem uma "tour" connosco e mais um grupo de pessoas e que no fim cada um dá o que quer. O encontro foi num bar e éramos 12pessoas, cada uma de uma nacionalidade diferente. A visita guiada demorou quase 3h e foi toda no Bairro Gótico. Nunca tinha feito e aprendi bastante sobre esta zona. 
Visitámos todo o Barro Gótico, a Catedral, a Plaça Sant Jaume, a Plaça Sant Felip Neri, etc.


Após a visita fui lanchar a uma pastelaria nas Ramblas. Errado. Nunca comer nas Ramblas, a não ser no Mercado de la Boqueria porque é tudo caríssimo e de qualidade duvidosa. 
Fui jantar ao "Venus" que foi um restaurante que o guia nos aconselhou. É uma espaço alternativo com vários tipos de comida mas eu optei por "tapear", que é o que mais gosto. "Nachos con queso y guacamole y croquetas de jamon". O empregado era super simpático e até "arranhava" umas coisinhas em português.


No final do jantar, fui andando pelas ruas e continuei a conhecer aquela zona. Mais tarde, fui a um bar chamado "Schelling" que também servia para comer, beber um copo, mas servia o melhor bolo de cenoura e queijo que alguma vez provei. Este bar é tipo um "Café Central", com média luz, vinhos, velas, música alta mas agradável e dá para estar numa mesa a ler. Gostei tanto que na 2ª noite, voltei lá e pedi o mesmo.



No dia seguinte acordei cedinho e antes de começar a fazer o percurso do "Barcelona City Tour", fui à Plaça Reial. É uma praça pequena, mas tipicamente espanhola e onde estava uma espécie de feira com velharias. 





O percurso do "Barcelona City Tour" tinha duas rotas. Optei primeiro pela Rota Laranja, que faz a parte Oeste da cidade. Passei pelo Parc de la Ciutadella e tirei algumas fotos. É um parque onde no Verão se fazem imensos picnics. Como estava nublado e frio, só vi desportistas a correrem, mais nada. Passámos os Jardins Miramar, o teleférico para o Montjuic, o Pable Espanyol e depois parámos na Plaça de España onde saí para me ir aquecer. Estava gelada de ir na parte de cima no autocarro. No topo da praça de touros, existe um miradouro com uma vista fantástica. Vale a pena subir!


Depois o caminho era em direcção do Passeig de Gracia que acaba por ser o equivalente à nossa Avenida da Liberdade: tem todas as lojas de marca e é uma avenida enorme; de noite tem uma iluminação muito bonita. Nesta zona estão situadas a Casa Batilló e a Pedrera, duas obras de Gaudi. Não visitei, tirei apenas umas fotografias do lado de fora. Esta foi a zona de Barcelona de que menos gostei.




A 2ª rota foi a que mais gostei a que me levou à Barceloneta, a praia de Barcelona e ao Port Veil. Foi pena estar nublado mas mesmo assim estavam muitas pessoas. Tem imensos turistas, desportistas e artistas de rua.




Com todas estas voltas, já estava a anoitecer quando chegámos ao Parque Guell. Decidi voltar lá no dia seguinte, de manhã. Tive imensa sorte porque nessa última manhã estava muito sol e deu para tirar umas fotos fantásticas.





O último almoço foi no Mercado de la Boqueria, onde tapeei em 2 sitios diferentes. Estava cheio e lugar para sentar, foi complicado arranjar. No final do almoço, apanhei um bus de volta para o aeroporto e regressei a Lisboa.



E foram assim os meus 3 dias em Barcelona!


Uma dica para quem viaja: façam do TripAdvisor o vosso melhor amigo. Eu não largo a aplicação. Tenho tudo já estudado com o que quero fazer e/ou visitar. Mas quando já estou sem ideias ou quando me apetece ir à descoberta, clico no "perto de mim" e vou experimentar coisas novas.

Todas as fotos são tiradas por mim.

20 comentários:

  1. Eu também uso o tripadvisor. Adorei viajar contigo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Maria do Mundo: Muito obrigada. Deu-me trabalho este post, mas muito gozo também.
      Editei o de Madrid. Se quiseres, espreita.

      Eliminar
  2. Fantástica descrição. :)
    Barcelona é um dos sítios que gostava de conhecer em breve e fiquei com uma boa ideia do que fazer e onde comer (e não comer). Mas gostava de ir mais uns dias.
    Achas que isso se faz bem com uma criança de 2 anos?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Purpurina: Obrigada. claro que sim. Havia muita gente com crianças.

      Eliminar
  3. As fotos dizem tudo, e a comida abre o apetite e eu como almocei apenas cereais, acho que já marchava uma dessas hamburgers.

    A Espanha só passei de carro :-S.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. No Limite do Oceano: É sinal que goste viajar para outro sitio. :)

      Eliminar
  4. Viste imenso em 3 dias! O Bairro Gótico foi a zona que mais gostei em Barcelona. No Bairro de Gracia, havia (há 17 anos, quando fui) clubes de jazz e gostei muito também. Foi bom revisitar Barcelona através das tuas fotos. Fiquei com imensa vontade de tapear e ir ao Mercado de la Boqueria. Voltava também à praia para dar uma caminhada outra vez.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Presépio no Canal: Foi sempre a abrir, sim. Ir de férias sózinha tem isto mesmo, vez tudo e rende imenso.

      Eliminar
  5. Respostas
    1. Marta Moura: Também gostei. Foram 3 dias sempre a abrir!

      Eliminar
  6. Barcelona, vale por si... um mundo que nos preenche e satisfaz com as "Tapas" e "canhãs".

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Manel: Achei Barcelona muito fraquinho nesse campo.

      Eliminar
  7. Só fui a Barcelona uma vez, o mês de Agosto mais quente que tenho memória,
    era impossível andar na rua... espero voltar em breve porque ficou muito para ver.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Luísa: Eu em Madrid destilei, em Agosto.

      Eliminar
  8. Gosto muito da forma como escreves, e estes "roteiros" são mesmo fantásticos. Tenho que te dar os meus parabéns.
    Barcelona é das cidades mundiais que mais desejo conhecer. Tive essa oportunidade, mas fui parvo e não aproveitei. De vez em quando vejo um programa chamado "Be Bike" que dá no A&E, sobre uns construtores de bicicletas dessa cidade, e apesar de as bicicletas em si não me dizerem nada, gosto de ver porque apanha muito da paisagem e cultura barcelonesas, dever ser um lugar incrível.
    (E que desperdício ires sozinha nestas expedições, vê lá se me convidas para a próxima!!!) ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nuno B: Como disse no outro post, acho que não tenho jeito para descrever viagens porque sou muito sucinta. Escrevo aquilo que sinto e que "vi". Tirando viagens antigas, nestas escrevo sempre num bloquinho quando estou lá e assim é bem mais fácil.

      Eu também acho que é um desperdício ir sozinha mas as minhas amigas não viajam e por enquanto é o que há. lol. Mas olha que sozinhos fazemos o que nos apetece.

      Eliminar
    2. Minha cara, é mesmo disso que eu gosto nas tuas descrições. Sucinta, mas dizes muito, e as fotos são boas, não revelas demasiado mas o suficiente para despertar o desejo de conhecer os locais, que mais pedir? ;)
      (Eu não viajo porque não gosto de viajar sozinho, e admiro quem o faça, eu não tenho essa tendência). :)

      Eliminar
    3. Nuno B: Cheguei a uma altura da minha vinha que foi mesmo "ou vou sozinha ou não vou". Agora ninguém me para.

      Eliminar
  9. Ora aqui está uma das minhas favoritas. Adorei Barcelona e quero lá voltar. Gostei de tudo mas uma das coisas que mais gostei foi da Casa Batló. Se um dia voltares a Barcelona, tens de visitar, não te vais arrepender. É uma experiência única.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Urban Cat: Não visitei de propósito, só estive à porta. Não me puxa...

      Eliminar