sábado, abril 23, 2016

"Making a Murderer" (2015)


Foi a série que me marcou mais nos últimos tempos. E porquê? É um documentário feito em 10 anos que relata a história de Steven Avery, que é acusado de um crime mas passados 18 anos, o DNA prova que ele esteva inocente. Sai cá para fora após 18 anos preso e ao pedir uma indemnização pelos danos, é acusado de outro crime...

Ao longo dos 10 episódios vemos as entrevistas ao próprio, à família, aos advogados, a toda a gente envolvida no processo e mesmo dos julgamentos.

Eu devorei os 10 episódios em 3 dias e fiquei a bater mal no fim. Não vos posso contar mas digo-vos que ninguém fica indiferente a esta série/documentário porque ele é real, ele está acontecer "as we speak", e mais não digo...


6 comentários:

  1. Já li algumas coisas, e sei que é bom mas não consigo fazer esticar o tempo e conseguir ver tudo.

    ResponderEliminar
  2. No Limite do Oceano: Isto devia de ser visto por todos.

    ResponderEliminar
  3. É mesmo de deixar qualquer pessoa a bater mal... E olha que, como disse no blog, não fui daquelas pessoas que ficaram com muitas certezas: quanto mais penso no assunto, mais dúvidas tenho! Há ali tanta coisa estranha... (Mas confesso que fiquei com especial "pena" do sobrinho dele...)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Jo: Era impossível não ter pena mas eu quando acabei tinha as minhas pequenas dúvidas mas depois já punha tudo em causa.

      Eliminar
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu vi e adorei.
      Achei que tinha um defeito: demasiados episódios. A dada altura estava sempre a fazer forward.

      Eliminar